FERJ
Reprodução/FLOW

Uma das inovações para a transmissão do Campeonato Carioca em 2022, chegou precocemente ao fim. Isso porque a FERJ (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro) rescindiu o contrato com o canal de streamer no Youtube, “Flow Sport Club”.

A princípio, o canal transmitiria um total de 16 partidas da competição. Estes cedidos ao canal pela Sportsview, que adquiriu os direitos para a internet junto à FERJ. No entanto, um vídeo do Flow, onde Bruno Aiub (O Monark), um dos integrantes do canal, sai em defesa da criação de um partido nazista no Brasil foi determinante para a rescisão do contrato. A declaração de Monark ocorreu em podcast no qual os entrevistados foram os deputados federais Tabata Amaral e Kim Kataguiri.

A FERJ inclusive, soltou uma nota explicando sua posição:

“A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro, defensora da igualdade, do respeito e contrária a qualquer tipo de preconceito, anuncia o rompimento do contrato com o Estúdios Flow, responsável pelo podcast Flow Sport Club que transmitia jogos do Campeonato Carioca de 2022, por apologia ao nazismo, regime cujos crimes contra a humanidade até os dias de hoje causam horror a qualquer um que preze pela vida”

Em suma, a Puma, que já fez ações comerciais pontuais com o canal Flow, também emitiu nota oficial se desvinculando do canal.

“Discordamos e repudiamos veementemente as declarações e ideias expressas durante o último Flow Podcast, transmitido nesta segunda-feira (7). Elucidamos ainda que não somos patrocinadores do podcast, tendo feito no passado somente uma ação pontual e isolada. Já havíamos pedido para nosso logo ser retirado como patrocinadores e reforçamos isso novamente.”

Agora, ficam responsáveis pela transmissão a Rede Record, na TV aberta, via pay-per-view no Cariocão Play e os streamers Casimiro, Gaules e Ronaldo TV, na Twitch.

@diego_alarconf

 

 

 

Comentários do Facebook