Foto: Alexandre Vidal/Flamengo
Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Segundo a informação do jornalista Venê Casagrande, do jornal O Dia, o técnico que caiu nas graças da torcida do Flamengo, Jorge Jesus, teria ajudado alguns funcionários do clube com um salário mínimo para cada. O dinheiro teria saído do seu próprio bolso. O treinador ajudou 30 funcionários que não fizeram parte da listagem de colaboradores que ganharam “bicho” por conta dos títulos em 2019.

Os funcionários que foram beneficiados com a atitude de Jorge Jesus, foram os que não estavam na lista do “bicho” pelas conquistas de 2019. Os 30 escolhidos, são pessoas que ajudam o técnico de forma indireta, mas que também são importantes no dia a dia do Flamengo.

Segundo o jornalista, o português não queria que a informação vazasse, porém, uma atitude desse nível seria quase impossível não vir a público.

Comentários do Facebook