Fotos: Alexandre Vidal/Flamengo

Por Guilherme Ayupp

Fotos: Alexandre Vidal/Flamengo

A goleada imposta pelo Flamengo sobre o Corinthians não serviu apenas para o clube se aproximar ainda mais de seu sétimo título brasileiro. Com os três pontos obtidos no domingo, o Fla chegou aos 71 e abriu 26 de distância para o primeiro clube fora da zona de classificação para a Copa Libertadores 2020, justamente hoje o Corinthians. Com 24 em disputa, o Mais Querido está matematicamente garantido na principal competição do continente pelo quarto ano seguido.

Disputando sua segunda final da competição, o Fla de Jorge Jesus iguala um feito só conquistado pelo time da era de ouro liderado por Zico: disputar quatro Libertadores seguidas. Entre 1981 e 1984 o Mengão foi campeão em sua primeira participação e chegou às semifinais em 1982 e 1984. Tal feito jamais havia se repetido em toda história rubro-negra, até agora. O clube vem disputando a Libertadores desde 2017.

Com mais uma participação na Libertadores garantida, o Fla amplia o domínio como clube carioca mais frequente na competição. Será a 16ª vez do rubro-negro na elite internacional do continente. Somados, Vasco (9), Fluminense (6) e Botafogo (5) possuem 20 participações. O rubro-negro é o único a chegar duas vezes na decisão. Vasco (campeão em 1998) e Fluminense (vice em 2008) também decidiram a Libertadores. A melhor participação do Botafogo foi a semifinal de 1962.

O Fla encosta no Cruzeiro em número de participações. Os mineiros, que não disputarão a edição de 2020, já disputaram 17 vezes o torneio. Os clubes brasileiros que mais vezes disputaram devem novamente confirmar pela 20ª vez a participação: Grêmio, Palmeiras e São Paulo. O recorde de Libertadores consecutivas é do tricolor paulista: disputou entre 2004 e 2010, totalizando sete.

Comentários do Facebook