Foto: Flamengo

Foi na raça! No Jogo 3 da final da NBB, o FlaBasquete venceu o Franca por 81 a 75 na tarde deste sábado (4), em um jogão no Maracanãzinho. O Mais Querido deixou o confronto em aberto. O destaque da partida foi Olivinha, o Deus da Raça, com 27 pontos. Com a vitória, o Orgulho da Nação forçou o jogo 4, que acontecerá na próxima quinta-feira (9), no ginásio Pedrocão, em Franca.

JOGO ENTRE FLABASQUETE X FRANCA

O Franca começou a partida abrindo sete pontos de vantagem. Faverani marcou os dois primeiros pontos do Flamengo no jogo. Em seguida, Olivinha, em arremesso certeiro, acertou uma bola tripla para encostar no placar. Em quadra, Balbi deu linda assistência para Olivinha cravar mais dois. O confronto seguia muito equilibrado, com os times trocando pontos no ataque. O primeiro quarto terminou tudo igual com o Orgulho da Nação buscando a reação: 16 a 16.

O segundo período continuou muito igual. Dar Tucker fez a ponte aérea para Faverani cravar dois pontos. Na sequência, Yago converteu sua primeira bola de três no jogo. O Franca aproveitava os rebotes ofensivos e saía em transição rápida para o ataque. O FlaBasquete tinha um aproveitamento baixo nos lances livres e desperdiçava alguns pontos. Brandon Robinson recebeu do perímetro e cravou mais três para o Fla. Nos minutos finais, Faverani converteu uma bola tripla em um momento importante do quarto. Dar Tucker mostrou sua qualidade e, nos segundos finais, converteu dois lances livres e depois, num contra-ataque rápido, fez mais dois. O Franca foi para intervalo com uma pequena vantagem: 36 a 39.

Foto: Flamengo

No início do terceiro quarto, Balbi fez boa jogada de infiltração no garrafão e anotou mais dois para o FlaBasquete. Olivinha recebeu livre na zona morta e acertou uma bola tripla. O Deus da Raça, logo em seguida, fez mais dois para virar o placar e enlouquecer a Nação Rubro-Negra no Maracãzinho. Faverani, em jogada individual, deu aquela enterrada para marcar mais dois pontos. Do jeito que ele gosta, Faverani deu outra enterrada monumental. O Orgulho da Nação cresceu em um momento importante do jogo. O Monstrinho Yago também aproveitou o bom momento do time, arriscou de três e a bola entrou. O Mengão fechou o terceiro período em vantagem: 56 a 49.

No último quarto, Faverani, muito bem no jogo, infiltrou no garrafão, fez os pontos e sofreu a falta, convertendo também o lance livre de bonificação. Olivinha, novamente bem posicionado na zona morta, anotou outra bola tripla para o Mengão. O Deus da Raça estava inspirado! Acertou mais dois, sofreu a falta e converteu o lance livre de bonificação. Franco Balbi também mostrou seu poder de decisão e anotou mais uma bola tripla. Nos minutos finais, o Mengão manteve o ritmo forte e conseguiu se manter à frente no marcador, conquistando uma vitória importantíssima por 81 a 75.

VEJA MAIS

Diego Costa, ex-Atlético-MG, afirma que jogaria no Flamengo!

“Flamengo é o maior Clube do Brasil”, opina Diego Costa, ex-jogador do Atlético-MG

SRN

Twitter: @pabloraphaelrua

 

Comentários do Facebook