Flamengo
Foto: Marcelo Cortes / Flamengo

Estamos no começo de abril. Nem para o torcedor Rubro-Negro mais “pé atrás”, imaginaria o atual momento vivido pelo Flamengo. Isso porque o time comandado por Paulo Sousa, perdeu no último sábado, o estadual para o Fluminense, jogando mal as duas partidas da decisão. Fora isso, o treinador e os jogadores não se entendem com relação ao esquema tático e algumas atitudes do técnico, desagradam líderes do elenco. Nesse sentido, muitos torcedores pedem a saída do português, porém o Clube tem vários motivos para mantê-lo no comando.

O primeiro deles é a confiança no trabalho de Paulo Sousa. Os dirigentes acreditam que o português pode reverter esse quadro e fará com que os jogadores assimilem suas ideias de jogo.

O segundo ponto é o fato da diretoria não querer interromper novamente um trabalho que propõe reformular o elenco de forma gradativa. O treinador já declarou que ninguém tem vaga cativa no time, o que vem desagradando alguns no elenco.

Por último e não menos importante, tem o lado financeiro e um pouco político também. Com uma demissão agora, após somente o campeonato estadual, a direção do Flamengo  seria vista como incompetente. Nesse sentido, Marcos Braz, um dos responsáveis pela escolha de Paulo Sousa, ao lado de Bruno Spindel, tem demonstrado apoio ao treinador. Contudo, ainda tem o lado da grana, pois o contrato de dois anos e valor da multa rescisória do técnico portugês também é algo que pesa na decisão de não demiti-lo.

Vale ressaltar, que o Flamengo teve que pagar um valor altíssimo ao Espanhol Domenec, quando o demitiu.

Paulo Sousa e o Flamengo, estreiam na Libertadores nesta terça-feira, às 21:30h contra o Sporting Cristal do Peru, fora de casa.

Twitter: @diego_alarconf

 

Comentários do Facebook