Foto: Reprodução

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) aceitou denúncia contra o Flamengo no jogo da volta da Copa do Brasil. A partida marcou o retorno do torcedor no Maracanã depois de mais de um ano, por causa da pandemia da COVID-19. Assim como o rubro-negro, o árbitro Rodolpho Toski juntamente com os auxiliares, também foram denunciados por não relatar os cantos na súmula.

Após a vitória por 4 a 0 no jogo de ida, o Fla foi para o segundo confronto sem o mesmo ímpeto do que anteriormente. Por isso, venceu por 2 a 0 com gols de Pedro, na partida que teve clima de festa do início ao fim. No entanto, ao longo daquele embate, foi possível ouvir cantos homofóbicos por parte do torcedor que retornou ao Maior do Mundo naquela noite. Nesse sentido, o julgamento acontecerá na próxima segunda-feira (8).

Nesse ínterim, uma possível punição contra o Flamengo pela atitude do torcedor pode acontecer no Brasileirão, por ser uma competição da CBF. Ou seja, mesmo eliminado da Copa do Brasil, o clube pode sofrer mais um revés, agora no campo jurídico.

Por fim, sem tempo para lamentar os resultados e possíveis punições, o Flamengo volta a campo nesta sexta-feira (05), diante do Atlético-GO. O jogo atrasado é válido pela 19 ª rodada do Brasileirão, às 21h30 (horário de Brasília), no Maracanã. Atualmente, o Mengo ocupa a terceira colocação na tabela, com 50 pontos, enquanto o time de Goiânia está em 11º lugar, com 37.

Twitter: @Victor_Andrade4.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui