Willian Arão, volante do Flamengo, muitas vezes foi visto como um jogador sem sangue dentro de campo pela torcida, entretanto, com Jorge Jesus, o jogador mudou e hoje é umas das peças mais fundamentais do meio campo rubro-negro. O volante foi ao programa “Bem, Amigos” na última segunda-feira(2) e falou um pouco sobre como mudou seu estilo de jogo com  Jorge Jesus.

– Antes, eu tinha mais liberdade para sair, fazia gols e dava assistência. Hoje estou mais de primeiro volante, dando cobertura e fazendo equilíbrio. Muitas coisas eu não sabia. Ele queria que eu fizesse e eu não sabia. Pensava: “Nunca vi isso, nunca ninguém me explicou”. Depois você vê que dá certo.

Sobre aquela famosa bronca do “Tá mal Arão” o jogador disse que essa foi mais “leve” e que já ouviu piores no Flamengo.

– Essa foi a mais fraca (risos). Ele já perguntou se um jogador estava pensando que era videogame. Já perguntou se o cara estava dormindo bem. Isso no intervalo (risos)! A gente se acostumou, porque quando ele chegou sabíamos que gostava de cobrar muito, que era muito intenso.

Willian Arão participou do programa na última segunda-feira porque está suspenso para a estreia do time na Libertadores, na quarta-feira(3), na Colômbia, diante o Júnior Barraquilla. Lembrando que todos os detalhes da partida você acompanha aqui no Urubu Interativo.

 

Comentários do Facebook