Reprodução: Internet

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, envolvido nas tratativas para a construção do novo estádio Rubro-Negro, explicou em entrevista ao jornal O Globo os motivos pelos quais vê Deodoro como uma “solução mais simples” em relação a outros locais avaliados pelo Clube da Gávea, como o Gasômetro e o Parque Olímpico. As informações são do jornal Lance!.

   ” Eu sempre vejo Deodoro como uma solução do ponto de vista burocrático e institucional mais simples. É uma área muito grande que pertence ao Exército Brasileiro com um baixo valor econômico, com baixo potencial construtivo, o que facilitaria muito, por exemplo, uma doação do presidente Bolsonaro. Por parte da prefeitura não tem o menor problema em ver o estádio ser construído no Gasômetro”, disse Paes.

Enquanto isso, o Flamengo entra em campo hoje (02) às 21:30h,  contra o Corinthians, pelo primeiro jogo das quartas de final da Libertadores da América. A partida acontecerá em São Paulo, na Neo Química Arena e terá transmissão, exclusiva, do SBT (TV aberta).

SRN

Sílvia Lima

 

 

Comentários do Facebook