Superávit! Mesmo fazendo contratações de peso, Fla fecha a janela com R$ 26 milhões de lucro

Foto: Marcelo Cortes/ Flamengo

Não é novidade pra ninguém que o Flamengo foi protagonista no mercado durante a janela de transferências que se encerrou na última sexta-feira. E mesmo fazendo contratações de peso e algumas bem caras, como a compra de Gabigol, o Flamengo encerra o período de transferências com um lucro de R$ 26 milhões.

A grande preocupação de Marcos Braz para 2020 era manter o elenco que conquistou a Libertadores e o Brasileirão na temporada anterior. E conseguiu. Apenas Pablo Marí foi negociado entre os titulares, os outros seguem no clube para ir atrás de uma hegemonia na América do Sul.

Além de Pablo Marí, que foi vendido ao Arsenal-ING, também deixaram o clube Reinier, negociado com o Real Marid-ESP por 35 milhões de euros, Rodinei, emprestado ao Internacional, e Rhodolfo, que teve seu fim de contrato ao terminar 2019. A saída desses jogadores abriram espaço a novas contratações pro elenco rubro-negro e rendeu ao Fla uma boa quantia pra efetivar os novos reforços.

Dos jogadores que chegaram ao Flamengo nesta janela, três são por empréstimo, é o caso de Pedro Rocha, emprestado pelo Spartak Moscow, Thiago Maia, pelo Lile, e Pedro, pela Fiorentina. Estas contratações permitiram que Marcos Braz e Bruno Spindel reforçarem o elenco sem gastar com a transferências dos atletas, e economizar dinheiro para a concretização da compra de Gabriel Barbosa, por 16,5 Milhões de Euros.

Mas não foi só Gabriel que teve seus direitos adquiridos pelo rubro-negro, nesta janela, Michael também de transferiu ao Flamengo, que pagou R$ 34 milhões ao Goiás, e Léo Pereira que após a saída do espanhol Pablo Marí, foi negociado pelo Athletico Paranaense ao Fla, por R$ 28 milhões.

Com todas essas chegadas e saídas o Flamengo manteve sua política de responsabilidade financeira e obteve um lucro de R$ 26 milhões. E para finalizar o planejamento para a temporada que se inicia, falta apenas tratar da renovação contratual do técnico Jorge Jesus, o que deve acontecer nas próximas semanas.

Comentários do Facebook